Auto Sabotagem

A auto sabotagem é quando colocamos obstáculos que nos atrapalham na hora de realizar qualquer coisa. E isso pode ser consciente ou inconsciente. Por exemplo:

Você começa a ler um livro e de repente lembra que precisa responder uma mensagem no whatsapp e deixa o livro de lado. Você está se sabotando. Nesse momento você deve parar e dizer a si mesmo: “Primeiro vou ler um pouco do livro e depois respondo a mensagem. Agora é a vez do livro!” e realmente dominar a vontade de responder a mensagem.

No momento que estava escrevendo esse artigo, chegou email no celular e escutei o som de notificação. Veio aquela vontade de abrir o email mas pensei: “Primeiro vou escrever esse artigo por inteiro e depois leio o email.”, ou seja, identifiquei a auto sabotagem e controlei ela. Parece fácil mas é necessário esforço e determinação.

Adotando esse comportamento com frequência você estará aos poucos aguçando sua percepção e ficará cada vez mais fácil perceber a auto sabotagem e tomar as rédeas da sua vida.

Em resumo entendo a auto sabotagem como qualquer ação que não faz parte daquela tarefa que está sendo feita.

Só você tem poder sobre sua mente.

Abaixo listei algumas das auto sabotagens mais comuns nos estudos musicais:

“Não consigo estudar todos os dias.”

Você precisa colocar na cabeça e entender que o seu desenvolvimento é proporcional à sua dedicação. Não existe o pó mágico, ok?!

O maior problema não está exatamente em não conseguir estudar todos os dias mas sim em levar essa desculpa para todos os dias e você acaba passando semanas sem praticar.

Agora vamos lá. Num dia temos 24 horas (VINTE E QUATRO HORAS), ok?! Se você separar 30 minutos todos os dias para praticar você ficará mais pobre, doente, perderá o emprego ou algo pior? Tenho certeza que não. Então acho impossível (duvido mesmo) que você não tenha pelo menos 30 minutos para praticar todos os dias. O que você precisa fazer é ter um desejo ardente em encontrar esses 30 minutos e realmente colocar a mão na massa. Saia da zona de conforto!

“Estudar é chato, tocar é gostoso.”

Será mesmo que estudar é chato? Infelizmente o sistema mundial em que vivemos nos prega isso. Já escutou falar na “Semana do Saco Cheio”? É adotado por milhões de estudantes e escolas. Só o nome já diz tudo: “É um saco estudar.”

O chato é estudar sem objetivos. Quando você estuda um determinado exercício no violino que aparenta ser chato, pode crer que esse exercício trará um resultado excelente desde que você continue fazendo da melhor maneira possível.

Primeiro você estuda para depois trabalhar com aquilo que estudou. Na música mesma coisa. Primeiro você estuda e depois toca. “Estudar não é tocar.”

“Sou pessimista”

A primeira coisa que você precisa mudar urgentemente é parar de se comparar com outras pessoas. E digo isso em qualquer área da sua vida, ok?!

Depois você precisa cair na real e saber onde você quer chegar. Assista um trecho do vídeo abaixo.

Violinista Janine Jansen

Você quer tocar assim? Dedique muitas e muitas horas todos os dias por longos anos. Pensou que tinha pó mágico? Não tem.

Se você quer seguir carreira na música, vai precisar pagar um alto preço nos estudos. Isso não é para te desanimar e sim para despertar de ilusões.

Se você não deseja seguir carreira, não há necessidade de horas a fio. Lembre-se, tudo depende do seu objetivo.

A partir do momento que você deixar de se comparar com outras pessoas, focar na sua evolução e entender que a qualidade vem com o tempo, naturalmente o pessimismo se transforma em otimismo. Você é um ser único no planeta e precisa se expressar no violino do seu jeito e não copiar de ninguém. Seja único e autêntico! O planeta está cheio de cópias.

“Da vontade de desistir”

Essa vontade de desistir é natural do ser humano, mas o que você faz com esse sentimento? Dá atenção a ele ou você domina seus sentimentos? Sempre digo aos alunos que você desistindo ou não, o tempo vai passar do mesmo jeito. Depois passa 10 anos o aluno diz: “E se tivesse continuado?”.

Não espere motivação de ninguém, não seja carente de elogios para prosseguir. Tudo o que você precisa está dentro de você.

“Começo a estudar uma coisa e no final estou fazendo outra”

Você está com falta de controle mental. Quando começar a fazer alguma coisa, coloca na sua cabeça que nem um “terremoto” poderá te interromper naquela tarefa que está sendo feita.

Quando estiver estudando, fique atento aos pensamentos e ações que poderá aparecer para fazer interromper os estudos. Se esforce e mantenha sua atenção naquilo que está sendo estudado. Pense e acredite que aquilo que você está estudando é a coisa mais importante do momento e indispensável para sua evolução no instrumento. Só você tem controle do foco!

Até agora estou com vontade de ler o email que chegou mas estou resistindo até terminar de escrever esse artigo. Simplesmente dominei a auto sabotagem. Fui mais forte que ela. 😁

Acredite, você consegue!!!

Abraços!

Valdiner Rossi

Compartilhe nas redes sociais

2 comentários em “Auto Sabotagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *